Escolha uma Página

A equalização é um dos processos mais importantes em uma mixagem, por isso vou deixar essas dicas que se aplicadas podem mudar da água para o vinho suas produções. Recomendo que leia também este artigo: 10 Dicas de Mixagem Matadoras.

#1-Use Equalização só quando necessário

Antes de pensar em Equalizar você pode buscar um melhor timbre na gravação do instrumento pois um simples posicionamento diferente do  microfone na captação poderia enviar uma equalização desnecessária. Defina qual o som que você está buscando e tenha-o em mente. Não saia equalizando sem ao menos escutar o que vai fazer. Use os filtros  HPF e LPF quando necessário.

#2-Evite equalizar com o canal “solado”

Um dos maiores erros de produtores iniciantes na equalização é tratar os instrumentos como isolados entre si. Os instrumentos são individuais mas devem soar bem em conjunto e não solados. É muito comum um canal não soar bem solado, mas dentro do contexto da mix funcionar perfeitamente. Dica: Ao invés de “solar” o canal para fazer algum ajuste, tente aumenta-lo e fazer a alteração desejada.Watch Full Movie Online Streaming Online and Download

#3-Às vezes o botão de mute é o equalizador mais eficaz

Se algo não está funcionando, não está soando como você imaginou e mesmo equalizando ele não se encaixa na mix como você espera, é melhor reavaliar o arranjo e perguntar a si mesmo se esse instrumento realmente pertence à mistura.  Lembre-se: nem todos os elementos têm de estar tocando o tempo todo, um arranjo interessante evolui e muda ao longo da música, e nem tudo o que foi gravado tem por obrigação fazer parte da Mixagem.

#4-Pense primeiro em atenuar uma frequência do que aumentá-la.

Ex: Um instrumento soa sem brilho, antes de elevar os agudos, já experimentou atenuar o grave?

#5-Atenção aos instrumentos das baixas frequências

Os sons de baixa frequências que geralmente são produzidos pelo baixo, bumbo, surdo, etc. Se mal equalizados podem embolar uma mixagem.  Muitas mixagens soam mal por não terem sido trabalhado corretamente as baixas. Graves embolados é um problema muito comum e distribuir corretamente as frequências aos instrumentos dessa região é a chave para obter uma mixagem limpa e com graves definidos.

#6-Respeite as características de cada instrumento.

Cada instrumento tem a sua característica. Uns são mais graves, outros mais médios e outros mais agudo, já outros podem ser os 3 ao mesmo tempo, um exemplo é o Piano. Pode ser que queira aumentar uma região de frequência que o instrumento não responde.

Dica:  Use um analisador de espectro para visualizar o “range” de frequência que o instrumento atua, mas lembre-se que ele não é um substituto do seu ouvido! Trabalhe com ele e não para ele.

#7-Não use presets!

Cada instrumento tem sua característica única. Nessa hora deixe a preguiça de lado, invista na sua criatividade, busque um novo som, aperfeiçoe sua  técnica. Tenha o seus presets como ponta de partida em sua mix, e não como solução para todas as trilhas pois não funciona.

#8-Conheça o estilo

Diferentes tipos de música e ritmos tem abordagens diferentes quanto a equalização. Esteja por dentro do estilo que vai mixar, busque uma referência, ESCUTE!

#9-Evite o Mascaramento

Pense que no fim da sua mixagem, cada instrumento deve ter o seu espaço, deve atuar na sua região de frequência. Colocar dois instrumentos em regiões proximas pode fazer com que um mascare o outro. Exemplo: trabalhar com o bumbo atuando em 80hz  e o baixo com um “boost”  na mesma região fará com que um dos dois suma da sua mix.

#10-Não a uma receita!

Como sempre gosto de exemplificar a Mix é com um Bolo, que quando se usa bom ingredientes(Boa gravação), se tem uma boa receita(Criatividade) e um bom Padeiro(Produtor), teremos um bom Bolo(Mixagem). Por isso pense nisso antes de sair equalizando.

Produzimos um curso totalmente voltado a Equalização que é o Curso de Frequências, onde abordo de uma forma teórica e prática sobre as frequências de mais de 30 instrumentos, recomendo pois será de grande valia ao seu aprendizado.

Leia também: 10 Dicas de Mixagem Matadoras

Essas foi a minhas principais dicas pra vocês hoje, os comentários NÃO ESTÃO BLOQUEADOS!

Deixe o seu comentário abaixo e Compartilhe esse artigo com seus amigos.

Grande abraço, sucesso pra você!

Márcio Mourão

Artigo Original – Audio Reporter

Compartilhe!